EN | PT
SUPORTE
61.3340-8486
Notícias » Automação e futuro do trabalho

Automação e futuro do trabalho

13/10/2015

A publicação MIT Technology Review publicou neste mês seu mais novo business report, sobre o futuro do trabalho. A compilação de artigos reúne alguns temas que já fazem parte de nossa realidade, como Uber e trabalho à distância, mas também apresenta discussões que estão se iniciando, como envelhecimento da força produtiva versus novas tecnologias.

Realizamos um resumo de cada um dos artigos abaixo para que você possa ter contato com assuntos tão importantes que fazem parte de um mundo cada vez mais automatizado.

Em Work in Transition, fala-se sobre os trabalhos que atualmente demandam mais ou menos pessoas. Os que demandam mais envolvem, obviamente, atividades cuja automação é menos provável. O negócio da saúde é um dos grandes demandantes por mão-de-obra do futuro.

Já no artigo Where the Tech Jobs Are, indicam-se onde estão os empregos do futuro. No caso de energia – que é o nosso negócio -, análise de dados, predição e transformar dados em dinheiro são o centro das atenções.

O artigo On the Edge of Automation compartilha a visão de um dos maiores investidores do mundo em empresas. Este indica que apenas 10% de pessoas estarão trabalhando em 500 anos. O resto do trabalho será feito por máquinas. É uma visão bastante impressionante, ainda mais pela sua pretensão. Mas pode nos ajudar a vislumbrar o futuro que desejamos para empresas e negócios.

The Measured Working Man aborda a potencial diferença de recebimento de receitas entre profissionais mais ou menos competentes. Medição indica identificação do que funciona melhor, inclusive desempenho individual. A tese é de que a diferença de renda deve aumentar. Trata-se de meritocracia em um nível mais avançado.

Uber’s Bumpy Ride in China aborda os problemas com Uber na China, semelhantes aos daqui: regulação em um mercado que não está acostumado a inovações disruptivas.

Hired and Fired by Algorithym é um artigo sobre empresas de recursos humanos que contratam com base em bancos de dados, algo que promete ser cada vez mais comum.

Aging Workers, New Technology traz uma reflexão interessantíssima: construção de tecnologia considerando a crescente quantidade de trabalhadores mais velhos. Possibilidades como letras e telas maiores para colaborar com a dificuldade de visão de pessoas mais velhas e facilidade de interação (por exemplo, ao invés de duplo clique, cliques únicos para pessoas mais idosas) são consideradas, assim como uma série de outras.

Em Technology Jobs: Radiology, radiologia é o exemplo de uma área que está com uma demanda crescente de emprego, pois é um negócio cuja evolução tecnológica tem possibilitado novas ações, como reconstrução 3D de tumores e análise de dados mais precisa a partir de estruturas mais complexas.

Online and Self-Employed: trabalho autônomo à distância tem sido um costume cada vez maior no mundo. E plataformas virtuais ajudam a conectar empregador e empregado.

The Homeowner as Hotelier: trata dos serviços de intermediação de hospedagens entre donos de casas e viajantes, como o Airbnb, e a nova forma de se hospedar. O Airbnb é semelhante ao Uber, mas oferece o contato entre quem demanda hospedagem e quem a oferece.

Freelancers On the Network: aqui o assunto é mudança de carreiras de empregos fixos para plataformas virtuais de conexão.

Entre tantos assuntos interessantes e disruptivos, percebe-se que a automação é uma das respostas para um mundo em constantes mudanças. E a Spin Engenharia está buscando aumentar a qualidade das respostas que oferece ao mercado a fim de diminuir a distância entre o futuro do trabalho e seus clientes.

Você pode conferir os artigos na íntegra acessando este link.