fbpx
EN | PT
SUPORTE
61.3340-8486
Soluções » Usinas

Usinas


Toda a complexidade da operação de uma usina sob controle. Com as soluções da Spin foram implantadas mais de duas dezenas de plantas, além de cinco centros de operação de usinas. Apenas no projeto Sinocon, a Spin participou da automação de sete usinas hidrelétricas no estado de São Paulo.

Nos anos de 2013 a 2015, a Spin implantou a automação de nove usinas hidrelétricas, quatro para o QGE e cinco para a EMAE. Além disso, implementou dois centros operacionais controlando essas plantas remotamente.

Em 2019 estamos implantando a automação de algumas usinas da DME Geração.

O Action˳NET suporta a maioria dos protocolos elétricos e protocolos industriais usados em usinas de energia por PLCs das empresas GE, Siemens, ABB, etc.

 

Em 2014, a Spin participou do retrofit de quatro usinas hidrelétricas da QGE, substituindo o SCADA local e transferindo a operação de todas as usinas para um centro de operação integrado. As quatro hidrelétricas ficaram desatendidas, sendo operadas remotamente do Centro de operação Integrado (COI).

No mesmo ano, a Spin foi contratada para modernizar o SCADA local de todas as plantas da EMAE e montar um centro de operação para elas. Todos esses sistemas já estão operacionais.

Em 2016, a Spin foi contratada pela CESP e EMAE (SGI Manual Usuario) para criar um sistema de informações móveis para os gerentes e diretores da empresa, mostrando o status da fábrica, produção diária e mensal, etc.

Os downloads em anexo são argumentos que comprovam experiência da Spin na automação de usinas.

Todos esses sistemas estão operacionais.

A Spin já participou em projetos de automação de diversas concessionárias de geração de energia, dentre as quais destacam-se: CESP, EMAE, DUKE, AES Tietê, Gerasul e Queiroz Galvão Energias Renováveis (QGER). Na CESP, foi implantado o Sistema de Supervisão e Controle da Produção (SSCP). Esse sistema está instalado na Usina Hidroelétrica Jupiá, supervisionando as seis usinas do parque gerador da CESP:

  • Jupiá – 16 unidades geradoras tipo Kaplan, sendo 2 para os serviços auxiliares;
  • Ilha Solteira – 20 unidades geradoras tipo Francis;
  • Paraibuna – 2 unidades geradoras tipo Francis;
  • Três Irmãos – 5 unidades geradoras tipo Francis;
  • Porto Primavera – 14 unidades geradoras tipo Kaplan;
  • Jaguari – 2 unidades geradoras tipo Francis.

Além disso, no projeto SINOCON do ONS (Sistema Nacional de Observabilidade e Controlabilidade) foram automatizadas oito usinas do estado de São Paulo do porte de Jupiá, Ilha Solteira, Água Vermelha, etc.

A empresa Enercoop contratou a Spin para automatizar três PCHs, concentrando toda a operação em uma delas e desatendendo as demais.

CESP_Abertura

Ser o responsável pelo desenvolvimento de um software SCADA padrão de mercado é ter controle sobre os mais diversos aspectos de uma implantação. Além do benefício de poder se adaptar às mais diferentes situações e necessidades, o processo de adaptação e melhorias é, em si, muito valioso.

Por meio de um acompanhamento atento, a Spin é capaz de identificar fontes de problemas com uma visão abrangente estratégica. Assim, os softwares da empresa estão sempre em desenvolvimento, reunindo mais de 20 anos de experiência em automação de sistemas elétricos.

Todas as funcionalidades adicionadas a um projeto são incorporadas pelo produto tornando-o melhor em todos os aspectos (qualidade, robustez, funcionalidade, etc.)

Trabalhar com grandes empresas do mercado de geração de energia é ter uma chancela de qualidade. Entre as implantações realizadas pela Spin, os centros de operação se destacam pelo nível de complexidade e pelos projetos bem sucedidos.

No histórico de COUs desenvolvidos pela Spin, constam empresas como CESP, EMAE, ENERCOOP, ENERFIN e QGER.

UHE_F_Hidrologia