fbpx
EN | PT
SUPORTE
61.3340-8486
Soluções » Pesquisa e Desenvolvimento (P&D)

Pesquisa e Desenvolvimento (P&D)


A Spin, em 1992, foi estabelecida como empresa startup dentro do CDT-UNB e, desde então, tem um forte vínculo com Pesquisa e Desenvolvimento (P & D).

Seus fundadores foram professores da UFRGS e UNB e, antes de fundarem a Spin, participaram de vários projetos inovadores tais como: Implantação do primeiro sistema de teleprocessamento do Brasil, com a matrícula on-line da UFRGS, em 1973, Sistema de recuperação de documentos do MRE, em 1980, que implantou o primeiro thesaurus criado no Brasil, sistema de tratamento de dados radar do Cindacta para a cobertura Três Marias – Couto, projeto SDCS (Sistema Digital de Controle Distribuído) para automação de máquinas de papel, em 1984, onde foi desenvolvido um SCADA em assembler e foram automatizadas dez plantas de papel, sistema de controle da propulsão e de avarias das corvetas classe inhaúma da marinha brasileira, onde foi desenvolvido um SCADA em PLM86.

A metodologia chamada Lean Automation está em processo de registro de patente e foi desenvolvida por técnicos da Spin.

O ActionWise, um ADMS/FLISR, usa um algoritmo genético modificado para a detecção e isolamento de falhas na rede de distribuição.

Essa proximidade com a Academia torna o desenvolvimento de soluções de software e automação um processo natural.

A Spin possui um longo histórico de realização de projetos de pesquisa e desenvolvimento junto a universidades parceiras e fundações de pesquisa. Além disso, os técnicos da empresa já apresentaram trabalhos em dezenas de congressos nacionais e internacionais. Dentre as parcerias com universidades e fundações, estão:

  • Unicamp (DSEE-FEE): projeto do sistema de gerenciamento de energia (AVEms – Energy Management System) implantado na CEB e usado para gerenciar a cidade de Brasília.
  • EPUSP/PEA: com o departamento de Engenharia de Energia e Automação Elétricas – PEA da USP/SP, a Spin participou de três projetos de P&D da ANEEL com concessionárias de energia.
  • LAVSI (UnB): com o Laboratório de Automação, Visão e Sistemas Inteligentes da UnB a, Spin desenvolveu, por meio de projeto de P&D da ANEEL, o protocolo IEC-61850 para a CEEE-D.
  • LAVSI (UnB): com o LAVSI, a Spin desenvolveu, com suporte da Fundação de Apoio à Pesquisa do DF (FAP-DF), o projeto SAPIEn – Sistema de Automação Predial Inteligente para Racionalização do uso de energia elétrica.
  • FAP-DF: em 2014, a Spin iniciou dois projetos com apoio da FAP-DF, um é o desenvolvimento de novas funcionalidades do Action₀NET, que o tornam o melhor SCADA do Brasil; outro é o desenvolvimento de unidade de aquisição e Controle (UAC) para a monitoração da rede elétrica em larga escala.

Ainda com enfoque de P&D, em diversos empreendimentos a Spin forneceu o serviço de transferência de tecnologia em automação, tanto para empresas concessionárias de energia como para empresas integradoras de sistemas de automação.

Os sócios fundadores da Spin são mestres em Ciência da Computação pela UFRGS e foram professores de Computação na Universidade do Rio Grande do Sul-UFRGS e na Universidade de Brasília-UnB. Seus históricos acadêmicos envolvem trabalhos apresentados em dezenas de congressos nacionais e internacionais.

Os colaboradores da empresa também possuem históricos acadêmicos de destaque e seguem os passos traçados desde o início da Spin.

Em 2013, a Spin foi a única empresa de Brasília a ter dois projetos de pesquisa aplicada aprovados pela Fundação de Apoio a Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF). Esta aprovação resultou na liberação de recursos em 2014 que estão sendo aplicados nos projetos.

O primeiro projeto propõe o desenvolvimento de novas ferramentas e protocolos no ActionₒNET, visando fortalecer sua posição de mais moderno software SCADA do Brasil.

O segundo projeto, focado na área de eficiência energética, visa reduzir perdas de energia na rede elétrica de distribuição.