ESTUDO DE CASO

ArcelorMittal Tubarão - 2021

PRODUTO

Action.Sun

ArcelorMittal Tubarão - 2021

Objetivo: substituição do EMS atual do SGCE (Sistema de Gestão e Controle de Energia) pelo SCADA Action.Net.

O fornecimento contempla engenharia de software, migração de parametrizações de comunicação de telemedição e telecontrole, design e desenvolvimento de IHM (Interface Homem-Máquina) e funções aplicativas, testes de aceite em fábrica, levantamento e validação dos sistemas instalados com respectivas funcionalidades (campo), fornecimento de desenhos e documentação – identificação e informação para que a ArcelorMittal Tubarão realize as revisões de desenhos e documentos, montagem, testes no site, comissionamento, operação assistida e treinamento da operação e manutenção.

O SGCE opera três subestações de 138kV, uma subestação de 34,5kV e onze subestações de 13,8kV que alimentam toda a planta da ArcelorMittal Tubarão. Todas as subestações existentes são integradas através do protocolo SRTP GE Fanuc.

Como escopo adicional, será fornecido um DTS (Dispatcher Training System) e está prevista a entrada de mais uma subestação de 138kV que será integrada ao novo SGCE, seguindo a norma IEC 61850.

Metodologia, atualizações, importação e base de dados

Metodologia e atualizações

A metodologia empregada nas atualizações consiste em analisar a base de dados existente através de backup enviado pelo cliente, criar os pontos em base de dados paralela e estudar o que já existe, mas precisará passar por alteração, como por exemplo, inclusão de bays nas telas de unifilares, ou renomear bays em caso de seccionamentos. Todo esse processo é feito anteriormente aos testes.

Importação e base de dados

In loco, os novos pontos são importados na base de dados que está em ambiente de produção e as alterações necessárias, levantadas previamente, são realizadas. Este procedimento garante que nenhuma alteração realizada pelas equipes de manutenção, no intervalo de tempo de configuração dos novos pontos seja perdida. Ou ainda que o cliente tenha total liberdade de modificar a base de dados local, independentemente do cronograma do projeto.

Fases do projeto

O projeto se encontra na fase inicial de implantação, com implantação final em 2022, onde a modelagem da base de dados do SGCE é desenvolvida e é feita a importação dos dados existentes no sistema.

Fases do projeto

O projeto se encontra na fase inicial de implantação, com implantação final em 2022, onde a modelagem da base de dados do SGCE é desenvolvida e é feita a importação dos dados existentes no sistema.

A ArcelorMittal Tubarão tem com o projeto uma plataforma de software moderna e capaz de suportar as atualizações previstas em suas subestações por diversos anos.

Alta performance: telas IHM (interfaces Homem-Máquina)

As novas telas das IHM (interfaces Homem-Máquina) serão desenvolvidas seguindo os conceitos de alta performance, com o objetivo de aumentar a eficácia do monitoramento de processos e melhorar o tempo de reação dos operadores frente a situações anormais.

Gestão de Regras de Negócios

O SGCE também incorpora a Gestão de Regras de Negócio, como o monitoramento do Controle de Demanda, do Controle do Fator de Potência na integração com a concessionária fornecedora de energia, o Controle de Barramento, Totalizações da geração e consumo de energia e cálculos de variáveis-chave no auxílio a operação para assegurar a estabilidade dos barramentos de 138kV no caso de eventuais desconexões causadas por ocorrências no SIN (Sistema Interligado Nacional). O sistema também fornecerá informações específicas de medições e estados do Sistema Elétrico, para fins de elaboração de dados gerenciais e boletins de produção empresarial.

Aumento da resiliência do SGCE

Toda a aplicação (servidores de tempo real operando em hotstandby, servidor histórico Oracle, consoles de operação, servidor DTS e console de treinamento) será instalada em ambiente virtualizado com redundância entre os Data Centers. Esta arquitetura aumenta a resiliência do SGCE.

Why choose us

Metodologia e atualizações

A metodologia empregada nas atualizações consiste em analisar a base de dados existente através de backup enviado pelo cliente, criar os pontos em base de dados paralela e estudar o que já existe, mas precisará passar por alteração, como por exemplo, inclusão de bays nas telas de unifilares, ou renomear bays em caso de seccionamentos. Todo esse processo é feito anteriormente aos testes.

Our experience

Importação e base de dados

In loco, os novos pontos são importados na base de dados que está em ambiente de produção e as alterações necessárias, levantadas previamente, são realizadas. Este procedimento garante que nenhuma alteração realizada pelas equipes de manutenção, no intervalo de tempo de configuração dos novos pontos seja perdida.

Ou ainda que o cliente tenha total liberdade de modificar a base de dados local, independentemente do cronograma do projeto.

Why choose us

Metodologia e atualizações

O projeto se encontra na fase inicial de implantação, com implantação final em 2022, onde a modelagem da base de dados do SGCE é desenvolvida e é feita a importação dos dados existentes no sistema.

O SGCE também incorpora a Gestão de Regras de Negócio, como o monitoramento do Controle de Demanda, do Controle do Fator de Potência na integração com a concessionária fornecedora de energia, o Controle de Barramento, Totalizações da geração e consumo de energia e cálculos de variáveis-chave no auxílio a operação para assegurar a estabilidade dos barramentos de 138kV no caso de eventuais desconexões causadas por ocorrências no SIN (Sistema Interligado Nacional). O sistema também fornecerá informações específicas de medições e estados do Sistema Elétrico, para fins de elaboração de dados gerenciais e boletins de produção empresarial.

Toda a aplicação (servidores de tempo real operando em hotstandby, servidor histórico Oracle, consoles de operação, servidor DTS e console de treinamento) será instalada em ambiente virtualizado com redundância entre os Data Centers. Esta arquitetura aumenta a resiliência do SGCE.

Será feita a migração do servidor ICCP dedicado para envio de dados para o ONS (Operador Nacional do Sistema) para o ICCP SPIN-Action.Net, agregando redundância e aumentando a confiabilidade na comunicação.

Durante todo o processo de migração, o Action.Net funciona de forma paralela com o sistema atual do SGCE, mitigando qualquer tipo de impacto negativo para a operação do sistema como, por exemplo, a perda de supervisão.

A ArcelorMittal Tubarão tem com o projeto uma plataforma de software moderna e capaz de suportar as atualizações previstas em suas subestações por diversos anos.

Exemplos de telas de alta performance

Tem um projeto para nós? Vamos discutir isso!

01.

Disponibilidade

  • Disponibilidade Física;
  • Disponibilidade por faixas de velocidade de vento;
  • Disponibilidade de produção.

02.

Comparação entre turbinas

03.

Produção

04.

Análise dos ventos

05.

Sistema elétrico de potência

06.

Manutenção

07.

Performance

08.

Analíticos

  • Previsão de vento/geração

A fase 1 desta solução está operando no cliente, com a fase 2 em desenvolvimento para entrega de novas funcionalidades.

O Diretor de Operações da BW, declarou-se bastante satisfeito com a aplicação do Action.Wind à sua operação e afirma obter informações e realizar análises que antes eram impossíveis. Inclusive, o sistema tem facilitado a análise dos dados e a identificação de anomalias e falhas. A ferramenta tem ajudado também na relação técnico-comercial com fornecedores de equipamentos para atuações de manutenção preventiva, muitas das quais só eram realizadas após defeitos antes da implementação do sistema.

O Action.Sun foi criado pela interação entre gestores de usinas fotovoltaicas e projetistas de software com 30 anos de experiência no mercado de energia.

O Diretor de Operações da BW, declarou-se bastante satisfeito com a aplicação do Action.Wind à sua operação e afirma obter informações e realizar análises que antes eram impossíveis. Inclusive, o sistema tem facilitado a análise dos dados e a identificação de anomalias e falhas.

Informações gerenciais para maximizar lucro e minimizar perdas de operações fotovoltaicas

Dados sobre manutenção das usinas e os dados de operação e manutenção independentemente do fabricante.

Aposente as planilhas para conferência de dados entre inversores, sistema SCADA e CCEE.

Tudo em um único APP

Tenha em um único sistema dados de todas suas usinas com informações periódicas (período a escolha), através de dashboards, analytics e relatórios disponíveis online.

Acessível e intuitivo

Por meio de uma arquitetura simples e segura, as plantas podem ser operadas localmente e/ou por um centro de controle. O acesso à solução de data analytics é disponibilizado no centro de controle e por ambiente em nuvem.

A solução pode ser utilizada para automação e gestão de pós-operação ou ambas separadamente. Por meio de telas estratégicas, você faz consultas parametrizáveis por período, usina, equipamento, variáveis, etc.

Informações gerenciais para maximizar lucro e minimizar perdas de operações fotovoltaicas

Dados sobre manutenção das usinas e os dados de operação e manutenção independentemente do fabricante.

Aposente as planilhas para conferência de dados entre inversores, sistema SCADA e CCEE.

Tudo em um único APP

Tenha em um único sistema dados de todas suas usinas com informações periódicas (período a escolha), através de dashboards, analytics e relatórios disponíveis online.

Acessível e intuitivo

Por meio de uma arquitetura simples e segura, as plantas podem ser operadas localmente e/ou por um centro de controle. O acesso à solução de data analytics é disponibilizado no centro de controle e por ambiente em nuvem.

Tenha em um único sistema dados de todas suas usinas com informações periódicas (período a escolha), através de dashboards, analytics e relatórios disponíveis online.

Por meio de uma arquitetura simples e segura, as plantas podem ser operadas localmente e/ou por um centro de controle. O acesso à solução de data analytics é disponibilizado no centro de controle e por ambiente em nuvem.

O Action.Wind apresenta, de forma objetiva, dados e informações necessários para o gerenciamento de parques eólicos. Assista ao vídeo para saber mais detalhes.

Este vídeo apresenta uma série de funcionalidades da plataforma de gestão de pós-operação de parques eólicos Action.Wind, acessível direto de nosso supervisório Action.Net ou por navegadores de internet.

Testimonials
Let's talk about business

(001) 234 56 78

Mon. - Fri. 8 AM - 19 PM

hello@dream-theme.com

New clients & partnership